quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Portugal, Cuba ou caixote do lixo da Europa...


Governo aumenta a carga fiscal nos automóveis.

É sempre bom saber que a tradição ainda é o que era, por todo o lado fala-se na redução de impostos, mas em Portugal, como de costume, diz-se uma coisa e faz-se outra. Caminhamos, seriamente, para concorrermos ao galardão de Cuba da Europa, apesar de até o lixo automóvel que vem da Europa passar a pagar mais impostos.


Portugal é um país de oportunidades para aqueles, que são cada vez mais, que não têm que pagar os seus automóveis... Quanto aos outros, bom, esses continuarão a rezar para que as suas carcaças ambulantes aguentem mais um pouco, presas por mais um arame e uma ou outra peça que uns compram na sucata e outros irão roubar...


Viva a democracia, a mentira e a miséria rolante de quem tem que pagar os seus impostos na totalidade e não anda com os carros das empresas, ou do estado, a rir-se dos outros... E depois querem estimular a indústria automóvel?


Viva a Cuba da Europa... E o pior dos piores ministros das finanças...

1 comentário:

Vesgo disse...

Repara que o grande tormento do governo não é como produzir mais:
É antes, como roubar mais e mais sempre aos mesmos!
E, reconheça-se, é precisa imensa criatividade para o efeito!
O tipo (sócrates, com letra pequena) devia antes dedicar-se ao ilusionismo.
Como é que é possivel, com a classe média esganada (aquela que ainda não sucumbiu), ser-se tão idiota, no duplo sentido!...
Epá, defendo as opções sexuais de cada um mas ele que crie um imposto para quem levar no cu ou faça mamadas, sei lá...
Abraço,
P.S.) Sinceramente, temo que o gajo venha ler isto...