sábado, 4 de julho de 2009

Muito Boa Notícia...

Vamos finalmente deixar de ter que ver, pelo menos durante uns tempos, imagens feias como estas... O indiciado em 23 crimes de abuso sexual contra menores, mas não pronunciado, não vai estar lá... Parece que vai para Almada, se o cacilheiro atracar de popa...
Desculpem-me ter que as exibir para explicar o sentido do post.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Lá vão os cornos a caminho do Allgarve...

O porquemedizem conseguiu captar a partida para as tão necessitadas e merecidas férias do cornudo que espantou o hemiciclo... Pena ir de motorista e não levar com ele a vaca, detestamos ver partidas solitárias...
A ganadaria está pesarosa por este prematuro regresso aos curros...

É inútil falar do que não existe...

Não me parece que seja verdade... É um enormíssimo problema esse, mas não lhe chamem Justiça... A Justiça em Portugal não existe há muitos anos. Processos que prescrevem ou se arrastam mais que uma década revelarão alguma coisa, poderão fazer alguma coisa, mas já não é Justiça, chame-lhe outra coisa... O maior problema em Portugal é que os portugueses já não acreditam em NADA.
Constantemente ouvimos dizê-lo e das mais variadas formas... Chegámos a um ponto em que não há qualquer possibilidade de termos uma vida em possa existir uma certa previsibilidade... Tudo é descrédito, tudo é e não é, tudo é devir... Tudo é totoloto, tudo é acaso, tudo é mediocridade e bandalheira... A Justiça não é problema nenhum, pois para ser problema teria que existir e não existe, num país onde a máxima judicial imperante é a de que é preferível um mau acordo a uma boa sentença, precisamente porque os juízes não querem julgar, pois isso obriga-los-ia a lerem os processos o que é aborrecidíssimo e muito moroso... Quando não podem fugir a fazê-lo, lêm algumas páginas na diagonal e aquilo a que cá no burgo chamam justiça sai como teria que sair, cega, surda e de espada afiada para cortar, não a direito, mas o Direito, noção própria de países civilizados, não de Portugal...
Daí o meu apelo final: chamem-lhe funcionamento dos tribunais, chamem-lhe o que quiserem... Mas não ofendam os cristalinos conceitos de Justiça, Direito e Estado de Direito...

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Foi Para os Curros Mais Cedo...

Eu sabia que o debate prometia, aliás, disse-o aqui. Porém o que não saberia é que haveria gado taurino à solta na bancada do governo, dando um claro exemplo ao país da natureza de quem nos governa...
Foi para os curros mais cedo, quando sair do governo já vai tarde. Olé!

Silêncio... Vamos Rir...


Embora a questão seja séria e preocupante, nunca consigo deixar de dar umas boas gargalhadas quando ouço as novas mentiras que sócrates e o seu staff, ao que consta agora melhorado com a contratação de alguns produtores do obama, nos apresentam. As circunstâncias fazem-me pensar que hoje a desfaçatez e falta de vergonha nos irão trazer promessas muito engraçadas...

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Pelo que se não for eleito....


Os Pato-Bravos já estão a ponderar um pedido de indeminização e, se a coisa correr de feição, o chamuças vai prometer para a semana, não um, mas três ou quatro...
Haja paciência... Viva Portugal!

Calma Lá!

Eu bem tinha avisado... Mas, antes de se porem a indemenizar os tubarões e dinossauros carnívoros deste país, eu estou primeiro...
Entre muitos outros, tinha pensado abrir um negócio de venda de suspensórios para as calças dos empreiteiros endinheirados pelas novas empreitadas, uma venda ambulante de entremeada na brasa para os operários das obras públicas e uma fábrica de luvas, para fornecer aos candidatos a adjudicações... Portanto, já perdi muito dinheiro e quero ser o primeiro a ser indemenizado...

terça-feira, 30 de junho de 2009

Sonho numa Noite de Verão...

video

É Melhor Ler as Letras Pequeninas...

Um governo a prazo, num país a prazo e com um povo cada vez mais a prazo a única coisa sensata a fazer é adiar as asneiras colossais para os senhores que se seguem poderem ter algumas para fazer... Contudo, claro que sei que isto é eleitoralismo do mais ordinário, convinha que lessem os pré-acordos que ficam feitos, as letras pequeninas, com as indeminizações e compensações a pagar depois... Já estamos escaldados, já não é novo... Por isso, antes de respirarem de alívio leiam bem as letras pequeninas, pois, quase sempre, o que parece não é.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Homem dos Sete Instrumentos

Mais uma notícia que deve ser lida de forma clara: as leis em Portugal são para uns cumprirem e outros fazerem... Quanto maior for o melro mais mavioso é o seu assobio, mais certeira e envolvente é a sua melodia que a todos deixa embevecidos...
Ai se fosse um contínuo... Mas, assim, não há problema nenhum.

domingo, 28 de junho de 2009

Em Setembro Já Levas os Estágios

Este pensa que as pessoas se esquecem dele e dos seus compinchas... Espera por Setembro para veres onde poderás meter os estágios e todas as promessas mentirosas que, como é hábito, farás até lá...
Não me lembro de ter ouvido durante quatro anos tantos milhares de pessoas a chamarem mentiroso à mesma... Se ainda houvesse cognomes, por certo, ficarias conhecido como o mentiroso...