quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

A Divisão do Porco...


De uma vez por todas chamemos os boys pelos nomes: uma coisa é a função pública a outra, e bem diferente, é todo o trem de cozinha que parasita o Estado com vencimentos e prémios absolutamente criminosos. Esse conjunto de tachos e panelas, distribuídos pelos amigos e apaniguados, são autênticos atentados à moral e inteligência pública e proliferam mais do que cogumelos. São empresas, fundações, gabinetes, centros de estudo, etc., etc. Como se sabe a forma como nos é apresentado o prato diverge, porém, o que comemos, é sempre porco. Podem ser febras, entremeada, lombo e por aí fora, mas nada disso é outra coisa senão porco.
Esses tachos todos não deviam ser congelados, antes de mais deveriam ser analisados e, os que não fossem extintos por se revelarem apenas o que são, isto é, inúteis postos de parasitagem, deveriam ser TODOS remunerados em valor inferior ao auferido pelo Presidente da República. Nem peço mais… Façam isso, retirem a acumulação de reformas, vencimentos, prebendas e todo o compadrio que nos empobrece e depois venham com morais de merda.
O Presidente é reformado? Bom, opta por uma das situações: ou recebe o vencimento pelo cargo público que ocupa ou opta pela reforma, mas só uma e sempre inferior ao seu vencimento, regra a estender a todos os que recebem seja o que for do Estado. Que se comece por aí. Que ninguém receba directa ou indirectamente do Estado mais do que o que ganha o Presidente da República. Depois de darem esse exemplo, podem sugerir o que entenderem. Até lá comam e calem, que é o que têm feito e irão continuar a fazer…

Alguns dos Gajos que Não Percebem Nada Disto e que Só Dizem Disparates em Vez de Pensarem na Festa da Flor

À minha Mad(n)eira...

Até quando?

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Aldrabão! E dos grandes...


“Sócrates pediu-me para não publicar a história da sua licenciatura”
"Fui pressionado por conversas de uma forma bastante clara. Numa noite, de quinta para sexta-feira, o Sr. Primeiro-ministro telefonou-me e pediu-me para não publicar a história da sua licenciatura."

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Ministra de Quê?

Mais uma vez não parece ser capaz de responder a perguntas nem fazer outra coisa do que contar histórias da carochinha... Será que vai ser a Ministra do Trabalho e da Solidariedade Social a falar de educação ou será que mandarão o charlatão que trocou de pouso?