sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

NÃO ENTENDE NADA...


* que a Justiça é fundamental
* que a transparência no exercício dos cargos públicos é imprescindível
* que o ensino público é fundamental
* que é pago pelos portugueses para exercer o seu cargo com competência
* que o povo português não tem culpa de ter os governantes que tem
* que a saúde pública é um direito
* que nada é como ele vê
* que não se devem fazer bandeiras em crochet
* que o seu silêncio é de ouro
* que sempre que abre a boca envergonha metade dos portugueses
* que Os Lusíadas têm dez cantos
Resumindo: o presidente Aníbal António não entende, nunca entendeu e nunca há-de entender nada.

2 comentários:

Ogre disse...

O Cavaco é um símbolo. É farol que nos ilumina. Foi a bandeira que deu o sinal da partida para o arrivismo, oportunismo, novo riquismo, parolismo, falcatruísmo... do regresso ao passado, quando foi eleito 1º ministro. Ele e os seus magníficos ministros que agora estão aí, ricos e envolvidos em tudo quanto é suspeito.
Foi aí que este país se começou a afundar. Quem se lembra que foi ele que acabou com a lei da finanças locais e inventou esta coisa inenarrável de a maior fonte de receitas dos municípios ser o que mais agrada aos patos bravos? De juntar a fome com a vontade de comer? eE o que daí veio, abriu as portas a todas as corrupções, nas obras, no terrenos, nos estádios...
E isto é só um exemplo.
Outro, é o de ter sido o 1º primeiro, a sensurar um escritor portugês depois de Abril, como fez ao Saramago.
Não sei do que se queixam aqueles que pedem o regresso de Salazar, não percebem que ele já cá esta´?

quink644 disse...

Aqui fica aminha resposta... Tenho pena de não saber desenhar e fazer essas coisas, senão o cavaco...

Agora o salazar ainda era mais cavaco que o cavaco...

http://porquemedizem.blogspot.com/2009/02/besta-de-santa-comba-em-video-formativo.html#links