segunda-feira, 2 de março de 2009

O homem das sete vidas...


Casa do Presidente assaltada por militares.
Guiné-Bissau: responsável do exército diz que Nino Vieira foi morto.

Ter-se-á esgotado a última hipótese do homem das sete vidas? Se assim for terá morrido como viveu, a mandar matar e a fugir, por cima de um povo ao qual nunca ligou nenhuma. Não me deixa saudades, apenas preocupação sobre o que se seguirá num país que precisa de tudo menos de guerra e de um clima de instabilidade. Já o escrevi há uns tempos atrás, a Guiné precisa de tranquilidade duradoura para aproveitar as potencialidades turísticas que tem e poder dar os primeiros passos rumo ao seu desenvolvimento.
A ser verdade, talvez esta possa ser mais uma hipótese para os guineenses exorcizarem o seu passado e pensarem no seu futuro. Mas esta notícia constitui mais uma moratória grave para esse caminho. Desejo-lhes sorte e bom senso

5 comentários:

Anónimo disse...

Não tenho pena nenhuma desse facínora. Estive na Guiné no âmbito da cooperação tendo tido oportunidade de saber que tipo de atrocidades foram praticadas a mando deste terrorista. Lembram-se de Ansumane Mané? (foi uma das vítimas)

MG

Anónimo disse...

Umas horas depois do comentário anterior vejo que me esqueci de desejar aos povos da Guiné muita paz e muito bom senso.


Nô Pintcha!

mg

Anónimo disse...

Umas horas depois do comentário anterior vejo que me esqueci de desejar aos povos da Guiné muita paz e muito bom senso.


Nô Pintcha!

mg

Anónimo disse...

Volto aqui novamente para dizer que esta grande besta mandou fusilar 3 amigos meus. (um deles foi assassinado na prisão: Agostinho Gomes, militante do PAIGC desde os 15 anos.Esta triste cena passou-se no ano do Mundial defutebol, no México, numa altura em que as filhas desse animal estavam no Porto, apadrinhadas pelo major de Gondomar. Perdoem-me, pois, o tom emotivo do que escrevi.

bulimunda disse...

http://bulimunda.wordpress.com/2009/03/02/na-penumbra-dos-dias/
Menos um...faltam 3 milhões...o número de ditadores e respectivas tropas no continente africano...