sexta-feira, 6 de março de 2009

O poeta é um fingidor...

Se quisesse fazer um partido tinha tido mais do que tempo para o fazer, até fazia dois, mas ele é assim, prefere iludir-se (?) nos (?) com fantasias... Se a minha avó fosse viva e mo tivesse pedido, se o Carnaval em Portugal não fosse todos os dias, se pudesse ter sido ontem ou no dia 30 de Fevereiro, ele tê-lo-ia feito, que coragem não lhe falta e prosápia muito menos. Mas é sempre quando não já não vai a tempo, quando já tem a certeza que já não pode ser, que se lembra de dizer estas patacoadas.
Tiveste o teu momento, podias ter feito e não fizeste, és um preguiçoso e um comodista. Assume isso e cala-te de vez.

4 comentários:

Anónimo disse...

Se a minha avó tivesse tomates , não era a minha avó mas sim o meu avõ.

Este pantomineiro enganou-me bem...

MG

bulimunda disse...

http://bulimunda.wordpress.com/2009/03/06/jacques-brel-ces-gens-la-1966-english-subtitles/

bulimunda disse...

http://bulimunda.wordpress.com/2009/03/06/jacques-brel-ces-gens-la-1966-english-subtitles/

brunette disse...

Deixem o poeta sonhar, quando acorda, já é tarde. Ele ainda não percebeu que está na hora de ficar em casa, é de família...