quarta-feira, 24 de junho de 2009

E agora... Uma boa notícia...


"Ministério Público manda arquivar queixa de Sócrates contra João Miguel Tavares
TSF, Hoje às 12:43

O Ministério Público mandou arquivar a queixa do primeiro-ministro e líder do PS, José Sócrates, contra João Miguel Tavares, por considerar que o jornalista não ultrapassou os limites na critica que fez a Sócrates, enquanto figura pública.
O Ministério Público mandou arquivar a queixa do primeiro ministro contra o jornalista João Miguel Tavares que num texto publicado no Diário de Notícias comparou o apelo à moral na política feito por José Sócrates à «defesa da monogamia por parte de Cicciolina».
«As expressões utilizadas pelo arguido João Miguel Tavares dirigidas ao primeiro-ministro, figura pública, ainda que acintosas e indelicadas, devem ser apreciadas no contexto e conjuntura em que foram publicadas, e inserem-se no direito à critica, insusceptíveis de causar ofensa jurídica penalmente relevante», afirmou o Ministério Público.
Desta forma, o Ministério Público considerou que o jornalista do Diário de Notícias no seu artigo «José Sócrates, o Cristo da Política Portuguesa» não ultrapassou os limites na crítica que fez ao chefe do Governo e líder do PS, enquanto figura pública."

Ora aí está um bom sinal... O sinal do que o reinado do intocável manipulador está a chegar ao fim... Próxima paragem Alcochete... Daí directo para Custóias...

4 comentários:

Anónimo disse...

http://www.justiceforiranianworkers.org/

Anónimo disse...

http://www.justiceforiranianworkers.org/

Anónimo disse...

http://www.justiceforiranianworkers.org/

Vesgo disse...

Fez-se justiça!
Contudo, são as eleições meu caro, são as eleições...
Este ano, é como se o Papa tivesse cá vindo: Até tu vais ser perdoado pelas tuas "blasfémias"!
Abraço,