segunda-feira, 5 de julho de 2010

A Estrela da Vergonha...


Com o objectivo de ajudar a combater a crise e no sentido de identificar à primeira vista os seus responsáveis, propomos a obrigatoriedade de todos os funcionários públicos, obviamente excluindo a classe política pois esses não têm culpa de nada, de passarem a andar com o distintivo que a imagem documenta e que terá que ter 25 cm de lado. Trata-se de um quadrado com fundo branco com uma estrela de cinco pontas com a respectiva divisa a branco.
Cremos que é tempo de começarmos a conseguir identificar, claramente, os verdadeiros culpados. Assim, quem não se apresentar devidamente identificado deverá ser executado publicamente.
Os portadores da Estrela da Vergonha ficam sujeitos a algumas medidas de descriminação positiva: passa a ser-lhes vedado o acesso a bancos nos transportes públicos, irão sempre de pé; deverão baixar a cara e olharem para o chão sempre que passarem por um cidadão; nas filas ocuparão sempre o último lugar, cedendo a vez a todas as pessoas e só na ausência destas poderão ser atendidos; não lhes será permitido circularem em grupos superiores a dois, para não haver uma grande concentração de culpados e todos os espaços lúdicos lhes ficam vedados, pois devem é ir trabalhar para expiarem os seus crimes.
A Estrela da Vergonha deve também ser afixada nas portas dos seus portadores. 
Os casamentos entre portadores e não portadores serão proibidos para que não se espalhe o mal.
Assim que possível serão transferidos para tendas militares a instalar em campos próprios sendo as suas propriedades confiscadas para atenuarem o preço do seu crime.    

2 comentários:

donatien alphonse françois disse...

A estrela não tem mais uma ponta?

Diogo disse...

E as experiências médicas? Onde é que vamos desencantar um Mengele neoliberal?