domingo, 2 de novembro de 2008

E a Educação em Portugal?



É estranho e preocupante o silêncio de Manuela Ferreira Leite sobre o problema que se vive na Educação em Portugal, tanto mais que já foi ministra da educação e, como tal, deveria prestar mais alguma atenção, até tendo em conta a sua experiência e o conhecimento que retirou desse exercício.
Infelizmente não o consigo fazer directamente, portanto, fica aqui o desafio a Manuela Ferreira Leite, Pedro Passos Coelho, Paulo Rangel e ao PSD: O que pensam sobre a questão do problema da Educação em Portugal e quais as propostas que têm para apresentar a professores, pais e alunos sobre as quatro grandes questões legislativas deste governo, o Novo Estatuto da Carreira Docente, o Novo Estatuto do Aluno, o Novo Modelo de Gestão Escolar e O Novo Modelo de Concurso de Professores? Ou estes são assuntos que não lhes interessam?

5 comentários:

Anónimo disse...

Como podem eles falar do que não sabem nem conhecem...só se for com auricular e com alguém a recitar-lhe textos sobr a educação de Roberto Carneiro...

Anónimo disse...

Estamos à espera que se informem, se não for muito incómodo...

sauR disse...

Como é que eles podem dizer alguma coisa. Só se for asneira mas para asneira já basta assim. Estes Políticos estão a levar este Pais para um beco sem saída. Portugal é uma república das bananas, digo isto com muita pena pois eu cá tenho orgulho de ser Português.
De uma coisa eu tenho a certeza se o P.S.D. algum dia for para o governo podem ter a certeza que ainda vai ser pior.

raivaescondida disse...

Não há posição porque é igual à do Governo, como no resto das posições políticas, onde só impera a questão divergente mínima.
Comem na mesma manjedoura.

Anónimo disse...

já me estou nas tintas... Depois é a velha melopeia de " ..os que vierem ainda vão ser piores".

Não tenho particular orgulho em ser portuguesa ou outra coisa qualquer porque a minha pátria é a Internacional, o meu irmão é o povo e a minha mãe é a REVOLUÇÃO, como dizia a personagem PIm do Atalho dos Ninhos das Aranhas (ITalo Calvino). Não queria estar para aqui a intelectualizar ... desculpem-me. Beijos e PAZ e muitooooooooooooAMOR ao próximo.