sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Com a alegria do Carnaval...

Esta professora, com a alegria do Carnaval estampada no rosto, desfila no Carnaval da DREN. Em segundo plano, podem-se ver outras colegas alegremente engalanadas e contentes. Viva a democracia, a alegria e o ensino em Portugal... Enquanto numa parte do país é a censura que, por ordem do tribunal, obriga a cortar a crítica às fantochadas deste governo, na outra, são as ameaças e a chantagem que fazem com que essas mesmas fantochadas se tenham que concretizar... Na quarta-feira restarão as cinzas... e continuarão as touradas na praça pública.

14 comentários:

Anónimo disse...

Foi impressionante!!!

Anónimo disse...

Grande mulher!!!

quink644 disse...

Tem no rosto o espírito e a alegria de toda uma classe...

Larose disse...

Vou adicionar o teu blog!

Alberto disse...

Não sou anónimo.O nome está em cima.
Com esta gente a democracia está seriamente em perigo.
Já vivi no tempo da outra senhora e não gostei...
Esta PRESIDENTE DO CONSELHO EXECUTIVO (por sinal a minha) tem aquilo que falta a estes políticos: HONESTIDADE.
E outra coisa. Ela é Presidente porque, Alunos, Pais e Professores a elegeram. Não foi nomeada por pertencer ao partido.

Isabel Pedrosa Pires disse...

Deviam denunciar a D. Margarida por "abuso de poder". Sempre ocupavam o Tribunal com matéria importante para a democracia e não tinha tempo para andar em Carnavais!

Ogre disse...

Ai se a magistrada de Torres Vedras descobre...

Isabel Pedrosa Pires disse...

Temos que ser solidários e mobilizar os colegas de Paredes de Coura para apresentar queixa “por abuso de poder” da Sra DREN. Ela sabe que fez asneira pois já está a desmentir, nunca poderia interferir no plano de actividades de uma Escola. Os Colegas obedeceram. Saíram acorrentados e amordaçados, mas ainda vão a tempo.
Não nos podemos deixar humilhar, é um dever cívico e de classe.


http://bilroseberloques.blogspot.com/2009/02/dren-desmente-obrigacao-dos-professores.html

Fátima Freitas disse...

UM EXEMPLO A SEGUIR!...

Aos colegas de Paredes de Coura uma homenagem pela "luva branca" com que "derrubaram" a Maggi, essa mulherzita feiosa e "armada ao pingarelho!"

Fátima Freitas disse...

UM EXEMPLO A SEGUIR!...

Aos colegas de Paredes de Coura uma homenagem pela "luva branca" com que "derrubaram" a Maggi, essa mulherzita feiosa e "armada ao pingarelho!"

Isabel Pedrosa Pires disse...

[Os professores são] arruaceiros, covardes, são como o esparguete (depois de esticados, partem), só são valentes quando estão em grupo!” Margarida Moreira, directora-geral da Educação no Norte, em Viana do Castelo, em 28 de Novembro de 2008.

celeste disse...

A PCE é uma grande mulher, merece o maior respeito de toda a comunidade. Sempre se empenhou por oferecer um ensino de grande qualidade, pioneiro em muitos aspectos e com um vasto PAA destinado aos alunos, Enc de Educação e população em geral. (Feira Medieval, Feira das Ciências, palestras, feiras de livros...)Será que o povo de Coura tem a memória curta?
Se nunca se tivesse feito nada como fazem inumeras escolas deste país não haveria de que reclamar.

Cel. mãe e professora de Paredes de Coura

Armando Lopes - Paredes de Coura disse...

Esta imagem enche-me de orgulho.
Os olhos da "minha", "nossa" Presidente não escondem a mágoa que sente (que sentimos todos). É o agradecimento por tudo aquilo que muitos Professores têm feito por esta terra ao longo dos últimos anos. Quando assim é, devemos partir, sem dor, sem mágoa, sem arrependimentos. Aquilo que somos e fizémos fala por nós. Paredes de Coura, como muitas outras terrinhas, vai dar valor ao que tinha, quando já não o tiver.

quink644 disse...

Meu caro Armando, não sabia que esta senhora era a PCE da escola. Porém, a fotografia é de tal forma expressiva que dispensa comentários. Creio que dev ter o máximo orgulho nesta sua PCE e que não deve esquecer do que é ser professor, ela, à sua maneira, ensinou-vos, aprendam e lembrem-se que quem muito se curva corre o risco de nunca mais se endireitar.
Do que me fala do sentimento à partida no final do ano e da mossa que isso causa, conheço-o bem... Mesmo muito bem, pena é que só o reconheça quem por lá passa, com a capacidade de alojar no coração outras coisas que não sejam os batimentos cardíacos...
Um abraço Armando e muito obrigado pelo seu comentário.