domingo, 15 de fevereiro de 2009

É o nosso Fa(r)do...


Há notícias que vêm em alturas mais apropriadas do que outras. Hoje, que ficámos a saber que Sócrates foi reeleito com 96 % dos votos, apenas conseguimos considerar que a notícia só pecou por ter vindo antecipada em uma semana. Com efeito, o ideal seria que viesse no próximo domingo, mais propício a carnavais, farsas e mascaradas. Mas Portugal parece ser um país que apenas no Carnaval vive a sério e, numa altura em que todos os outros brincam ao faz-de-conta, nós assumimos a nossa verdadeira condição, para voltarmos a perdê-la na quarta-feira, quando para os outros tudo acaba e volta ao normal.
São notícias animadoras e, também curiosamente, na altura em que, do outro lado do mar oceano, o amigo Chávez se prepara para animar o mundo com mais dez anos de governação. Longa vida para os amigos e para a obra feita. Vão-se preparando, pois, para mais uma dose de transparência e eficiência governativa, em que a uns cabe fazer as leis e a outros cumpri-las. É o fa(r)do…

4 comentários:

Anónimo disse...

Quinky644,
na sequência da leitura deste post, não resisti à tentação de o roubar e de o transferir para minha loja. Como não costumo mentir quando roubo, não me passa pela cabeça que me venhas a processar.

Um abraço solidário.

http://Anitanosupermercado.vox.com

quink644 disse...

Já sabes que tudo isto é público e em regime de self-service...
bjs

Ogre disse...

Pois. Quer dizer... ou:

1. os gajos do ps reconhecem-se num aldrabãozito birrento e com tiques de ditador e estamos lixados

2. os gajos do ps não se reconhecem no tipo mas como lhes cheira a que vão ganhar de novo as eleições, estão na bicha para a próxima distribuição de tachos e benesses e estamos lixados

3. os gajos do ps não se reconhecem no tipo mas tiveram medo de votar de outra forma e estamos lixados

4. os gajos do ps votaram no tipo porque não havia mais nenhum candidato e para eles tanto lhes faz e estamos lixados.

(... e por aí)

Moral da história: estamos lixados!

quink644 disse...

Em síntese, a minha opinião é rigorosamente a mesma...