domingo, 3 de janeiro de 2010

Sábias Palavras, Dura Realidade...


"Papa aconselha famílias a não acreditarem em «prognósticos improváveis para 2010»" TSF
*
Eu, embora não seja Papa nem seja lá o que for, aconselho os professores deste país a fazerem o mesmo, isto é, a não acreditarem em nada, não esperarem nada e a entregarem-se, perfeitamente conformados, à divina providência. Nada mais. No fundo, foi ela que nos parece ter colocado pela frente o falso engenheiro, a sinistra velhaca que se encontra em sabática, a pretensa escritora com cara e cabeça de pássaro e toda a pandilha que nos calhou na rifa governarem-nos... Nem mais, as eleições neste país, fruto da boçalidade, ignorância e tacanhez estruturais deste povo, são meras rifas de quermesse barata, em que o melhor prémio será sempre inferior ao seu preço.
Amanhã, quando voltarem à escola, não se esqueçam, pois, das sábias palavras do pastor alemão, não acreditem no que vos dizem, não esperem nada e deixem-se ordenhar como têm feito até hoje. Afinal, têm o que merecem. Quem se deixou albardar da forma como nós deixámos, merece ser tratado como o mais insignificante dos burros.

2 comentários:

bulimunda disse...

Olá quink..Bom Ano....
http://bulimunda.wordpress.com/2010/01/03/cartoon-alcadiano/

Pata Negra disse...

No fundo o que o papa queria dizer era "fiem-se na Virgem!"!
Um abraço a correr