quinta-feira, 3 de junho de 2010

Obviamente, Demiti-lo Já, Pá!

«É por estar em causa a economia, o emprego e o futuro de todos nós que temos que avançar com estas medidas e este é um valor que se sobrepõe ao princípio da retroactividade que é um princípio protegido na Constituição mas não é um princípio absoluto que se sobreponha ao bem público e ao carácter imprescindível e de emergência», disse Teixeira dos Santos, esta quarta-feira no Parlamento. TSF

Acredito que o pior se esteja nas tintas para a Constituição, até o compreendo, uma vez que está habituado a ver constantes atropelos a esse mesmo texto que deveria ser primordial. Contudo, o que atrás fica dito é a afirmação pública que o ministro das finanças considera que há valores mais elevados que os consagrados no texto contitucional, pelo que não se sente obrigado a cumpri-la. 
A consequência parece-me evidente: aquele que jurou cumprir e fazer cumprir o referido texto, e que aliás é regiamente pago por todos nós para fingir que o faz, deve demiti-lo sem mais demoras, se preciso for, se este se mostrar em sintonia com este funcionário, com todo o governo. 

1 comentário:

picanochao disse...

SR. QUINK644, O PROBLEMA, É O "DOS". TEIXEIRA "DOS" SANTOS... SOA A BANDIDO... E NÃO OLHA A RAÇA... OS "DOS" SANTOS SÃO PERIGOSOS...