segunda-feira, 14 de julho de 2008

São antes de mais estes que me preocupam…


Trinta e cinco por cento dos portugueses pobres têm emprego
Estes relatórios que surgem amiúde no nosso país, revelam-nos quão mal tratamos os nossos concidadãos e dever-nos-iam fazer perceber que devem ser estes os alvos prioritários das políticas sociais. Sobretudo estes que trabalham, muitas vezes, duramente para apenas continuarem ser os pobres para quem ninguém liga, ninguém dá casas, subsídios e todas essas regalias, que nada exigem e que não têm carros caríssimos e dispendiosos estacionados à porta de casa como certos parasitas que andam para aí aos tiros. Limitam-se a ser pobres calados e trabalhadores, por isso ninguém os vê, ninguém se lembra deles para nada, a não ser que precise…

3 comentários:

Professorinha disse...

Há de tudo... empregos para pobres, empregos para ricos, justiça para pobres, justiça para ricos...

Beijos

Jaime Dinis disse...

"Vi-te a trabalhar o dia inteiro
Construir as cidades para os outros
Carregar pedras, desperdiçar
Muita força para pouco dinheiro
(...)
Que força é essa, amigo
Que te põe de bem com outros
E de mal contigo (...)"

Sérgio Godinho

Ysa disse...

Realmente será esta a justiça social que tanto se preconiza durante o arraial eleitoral?!
Quando querem os nossos votos para ocupar o poleiro?
... "Algo vai mal no Reino de Portugal"

Gostei do seu blog, até breve.