segunda-feira, 11 de agosto de 2008

O elefante e a formiga II




Obviamente... Após a cobertura que foi dada pelo ataque risível e idiota às forças russas, Putin não desejará abrir mão deste incidente sem retirar os seus dividendos, nomeadamente no que respeita à cobertura que a Geórgia tem dado às repúblicas vizinhas, em grande parte, fomentada pelo presidente georgiano, Mikhail Saakashvili. No seu lugar, também não ficaria satisfeito com um mero cessar fogo georgiano, até porque o seu fogo não constitui qualquer ameaça para as forças russas, exigiria, no mínimo, uma rendição incondicional, o reconhecimento de culpa, indemnizações de guerra e o afastamento do presidente megalómano e convencido que foi o principal responsável por tudo isto. Se eu penso assim, Putin não só não deixará de pensar nisto, como não perderá a oportunidade que lhe é dada para marcar pontos significativos e exemplares na região. É o que se está a verificar e Putin não tem feito mais do que agir na defesa dos interesses russos; podemos não gostar, mas no lugar dele teríamos ou deveríamos agir assim... Deixou-se ser atacado e depois, com essa legitimidade, atacou com calma e toda a tranquilidade do mundo. Veremos apenas até onde quer ir... o grande culpado aqui parece-me ter sido o idiota e megalómano Saakashvilli, que resolveu colocar-se nos bicos dos pés, sem ver para onde subia, e bateu com a tola no tecto...
Penso que devemos caminhar no sentido que nos é sugerido pelo Boris Vian, no tema que apresento em baixo, e esse sentido é que sempre que os governates digam às populações, que são quem combate, que vão combater elas respondam, simplesmente:vão vocês... Por exemplo, eu, se o Sócrates ou outro qualquer me mandasse ir combater não nem sei com quem eu, e creio que a maioria da população portuguesa, não iria…Por outro lado, tento fazer uma análise fria das coisas, onde tento deixar de fora o que desejava que fosse, para tentar perceber o que é e no que se vai tornar… São duas coisas completamente diferentes…
Vejam o filme: http://news.bbc.co.uk/2/hi/europe/7554507.stm “The Georgian president runs for cover as he visits a bomb site” e vejam o herói Saakashvili a fugir como um rato daquilo em que lançou o seu povo…É deprimente… Mas elucidativo.

2 comentários:

Maquiavel disse...

Tás tás... tenho andado atento ao teu belogue, e pelo que li e regozijei, tás aqui tás a ter um "acidente"... olha que na CIA também há quem leia português!

;)

Grande abraço!

raivaescondida disse...

O Mikkaail atacou por pensar que a Rússia ficaria quieta ou então que o bushinho o iria ajudar com as tropas da NATO. Tramou-se. Agora vai ter de aguentar os estragos que os Russos poderem fazer até que ele se renda....ou abdique de qualquer interesse na Ossétia e na Abecásia.