sábado, 4 de outubro de 2008

O problema do eterno retorno…


Santana Lopes vai ser o candidato do PSD à Câmara de Lisboa

Portugal tem, há muitos anos, um grave problema crónico que é o eterno retorno daqueles que partem, aparentemente, irremediavelmente perdidos… Quando os portugueses respiram de alívio um foi desta que nos livrámos dele, fazem-no irreflectidamente, pois nunca o deveriam fazer. Em Portugal há este infeliz eterno retorno que nos persegue como uma agoirenta nuvem negra e, por este motivo, nunca devemos festejar a partida de alguém, por mais ignóbil que seja, por mais desmascarado e humilhado que fique, ele acaba por voltar e sempre triunfante, mesmo que tenha emigrado para a Roménia, inventado conselhos de ministros itinerantes ou arruinado, ao que parece irremediavelmente, a economia nacional…
É uma espécie de maldição portuguesa… os medíocres, os horríveis, os corruptos, os corruptores, os imbecis, os criminosos, os pedófilos, os ladrões, as maiores bestas quadradas, os javardos comedores de bolo-rei… voltam. O que havemos de fazer? Só homens como o Buíça ou um José Júlio da Costa parecem ter o condão de, episodicamente, espantarem essa nuvem maldita feita de moscas e varejeiras sórdidas.
Cumprimos assim o fardo que é o nosso fado… Esperando sempre que a profética voz se cumpra e Portugal se consiga cumprir… Para quando não sabemos, como não sabemos, sabemos, apenas, que não é assim… Que os que já mostraram ser maus se perpetuem, procriem e
nos fecundem…

3 comentários:

day trading stock picks disse...

very clever.

André Couto disse...

Porque há-de porco deixar de chafurdar se gosta tanto?

Anónimo disse...

Com este palhaço, pelo menos, ainda nos divertíamos...
Quink664, já não vais ao supermercado ?

beijos