domingo, 5 de outubro de 2008

Uma boa medida...

Património do Estado começa a pagar renda em 2010
Mas... expliquem-me como se eu fosse muito estúpido… Então os edifícios do Estado vão pagar renda ao Estado? Muito bem, depois o Estado pagará ao Estado o imposto correspondente ao aluguer dos edifícios do Estado ao Estado e o Estado debitará como lucro as rendas que o Estado pagou ao Estado e, depois e para simplificar, debitará como custo as rendas que o Estado pagou ao Estado e que o Estado recebeu do Estado…
Realmente tem lógica e deve inscrever-se no plano simplex de desburocratização do Estado, se calhar ainda alguém vai ganhar um prémio Nobel da economia...

4 comentários:

Alexandre Corrupto disse...

o que também acontece é que os Organismos de Estado que paguem renda de espaços que não utilizem ficam com menos dinheiro para pagar os seus luxos (carros, viagens, almoços e jantares, eventos sumptuosos). Assim, se o Estado mandar, como já mandou, eles deixarem os espaços não utilizados, chega-se à conclusão que todos eles são utilizados. Se o Estado disser que têm de pagar renda pelos espaços, vais ver que afinal muitos organismos nem precisam daquele espaço todo...

Lindo não é?... o Estado já não ataca pela carteira só ao cidadão, ataca também pela carteira a si próprio...

Isto é demonstrador da qualidade de gestores na função pública.

quink644 disse...

É o que eu digo, ou vem daí um prémio Nobel da Economia ou muitos mais carros e luxos... Ah! e claro, pagam imposto ao Estado que por sua vez...

Professorinha disse...

Perdi-me a meio... afinal paga quem o quê quando e onde??

Marreta disse...

Um prémio Nobel não digo, mas que alguém vai mamar algum no meio deste carrocel contabilistico, não tenho dúvidas.
Saudações do Marreta.

Cheira a revolução em revolucionaria.wordpress.com