sábado, 18 de outubro de 2008

Têm o que merecem...



Militares protestam hoje em Lisboa contra reformas no sector.

É sempre com grande curiosidade que leio estas notícias… Oficiais, Sargentos e Praças reunidos a protestarem sobre a condição militar e a deterioração do tratamento que têm sofrido de há uns anos a esta parte. É claro que têm razão, é o preço que estão a pagar, como tantas outras classes, por se terem acobardado durante todo esse tempo… Eu sou professor pouco mais posso fazer do que escrever, se fosse militar penso que estudaria a realização de um exercício surpresa de ocupação dos pontos vitais da cidade de Lisboa, para treinar uma eventual situação de ataque eminente e, consecutivamente, a ocupação da cidade para preparar a resistência ao IN. Os militares foram feitos para andarem fardados e armados, não para irem à civil passear ao Rossio como burgueses ou operários vulgares…

2 comentários:

raivaescondida disse...

Há milhões para os bancos que tiveram 23% de lucro, não há para os restantes.
Vivemos numa sociedade que preza a mentira e a estupidificação. Afinal os legados do fascismo.
Gostam de palas nos olhos, gostam de apontar a dedo os culpados, mas nada conseguem descortinar através do nevoeiro da propaganda nazi deste governo. A camada de nevoeiro é tanta, mas os portugas gostam e aprovam este governo, o quinto poder foi comprado para divulgar e amesquinhar os que pensam de forma diferente e pensam pela sua própria cabeça. è a formatação das mentes e começa no ensino, por isso a aposta deste governo em matemática e Português menosprezando outras áreas como filosofia e História.
É ao lado esquerdo do cérebro que se dirige a educação que forma pessoa obediente com algum grau de inteligência mas incapazes de criticar ou de dar coices.
estão a formar uma geração de desgraçados mentais.

Anónimo disse...

http://cafehistoria.ning.com/profile/ElisaLarkinNasciment


juntem-se a este grupo (boa terapia)