sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Traz água no bico...

Há certos coelhos com que é preciso ter cuidado...

Presidente da Mota-Engil apoia ajuda ao emprego.
Jorge Coelho discorda de apoios pontuais do Estado a alguns sectores económicos.
Para mim este é um discurso absolutamente incompreensível e, por isso, preocupante … O que significará “ puxar por países com taxas de crescimento do PIB superiores a Portugal, para equilibrar com outros países, nomeadamente Portugal”? Acaso pensará Jorge Coelho que terá no estrangeiro as facilidades que tem em Portugal ou, por informações que eu não possuo, já sabe que as terá tendo como contrapartidas benesses do estado português que eu desconheço? É isso que me preocupa e que ainda não consigo compreender…

2 comentários:

Zé Morgado disse...

Nem ética, nem pudor. A Motta-Engil tem a Liscont, que sem concurso público, viu ser-lhe oferecida a prorrogação até 2042 da exploração do terminal de contentores de Alcântara. Concorrência? Mercado?

O Guardião disse...

O aumento da portagens das pontes sobre o Tejo, acima da inflação e o tal terminal de contentores deviam ter reduzido o senhor Coelho ao silêncio, mas talvez ainda sonhe com a moca de Rio Maior...
Cumps